Evaristo Costa detona CNN pela demissão e se oferece para o BBB 22

0
172
“Qual seu nível de indignação com a CNN de 0 a 10?”, perguntou um seguidor. “Sendo 0 não indignado e 10 máximo de indignação, minha resposta é 10. Foi um prazer e desprazer maior ainda”, respondeu Evaristo. “Poderiam alegar o que quisessem, é direito deles demitir. O que nenhuma empresa pode fazer com funcionários corretos apunhalar pelas costas e de forma desrespeitosa. Que faz com um, faz com todos”, ressaltou. Outro seguidor perguntou se a CNN chegou procurá-lo para se retratar. “Pela forma desrespeitosa com que me trataram? Não se retrataram estão tentando encontrar justificativa pra dizer que desvirtuei minha demissão. E sinceramente, espero que nunca mais dirijam a mim”, respondeu Evaristo Costa Ainda respondendo seguidores, um outro perguntou se ele voltaria para à CNN e o jornalista respondeu: “Sabendo que eu passaria por esse lamentável ocorrido? Nunca cometeria o mesmo erro (de voltar para o canal)”. Na caixinha de perguntas que Evaristo abriu em seu perfil do Instagram, ele também foi perguntado sobre a possibilidade de assumir o comando do BBB 22, programa que antes era apresentado por Tiago Leifert, que pediu demissão da TV Globo: “Esperando a ligação do Boninho. Pode ser para ser um confinado também”, sugeriu Costa. Sobre sua relação com a TV Globo, Evaristo esclareceu sobre as chances de voltar à emissora. “Saí de lá com as portas abertas para voltar, diferentemente desse último canal que trabalhei. Mas insisto em dizer que meu [período] sabático ainda está em andamento”, respondeu ele.